Cinco maneiras de se proteger dos raios solares

proteger_dos-raios_solares, proteção-uva-uvb Por A mais B: Victor Peixoto, dermatologista e consultor da Litonaneus, ensina cinco dicas para proteger a pele dos raios UV – Divulgação

Dezembro é o mês escolhido, pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, para a Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele. Segundo dados deste órgão, este é o tipo de câncer mais frequente no Brasil e corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados, atingindo 176 mil novos casos por ano. Segundo o dermatologista Victor Peixoto a exposição excessiva à radiação ultravioleta está entre as principais causas da doença. Por isso, o especialista selecionou cinco cuidados que devemos ter com a pele.

Protetor solar: O protetor solar deve ser usado todos os dias, mesmo que o sol não esteja forte. Deve-se prestar atenção na hora de escolher o  Fator de Proteção Solar mais adequado ao seu tipo de pele. No entanto, num estudo realizado pela Universidade de Manchester e pelo Instituto do Câncer, em Londres, descobriu-se que os protetores solares, não protegem completamente a pele dos raios UV, o que abre uma brecha ao risco de câncer a longo prazo. Por isso é necessário usar conjuntamente outras barreiras.

Roupas com proteção UV: Hoje é possível encontrar roupas com proteção solar que bloqueiam até 98% dos raios UV. O tecido possui uma tecnologia especial. Contudo, para garantir a eficácia do material é essencial verificar se as roupas são certificadas pela Arpansa – Agência Australiana de Proteção à Radiação e Segurança Nuclear, único órgão no mundo responsável por testar fator UV em roupas e acessórios.

Evitar horários críticos: A recomendação médica é que a exposição direta ao sol aconteça antes das 10h da manhã e após as 16h da tarde. Se não for possível evitar os horários deve-se estar atento ao uso do protetor e das roupas com proteção UV.

Acessórios: Mais do que itens de moda, os acessórios como óculos de sol e chapéus são uma questão de saúde quando falamos de exposição solar. Por não usarmos filtro solar na cabeça, o couro cabeludo acaba sendo um dos principais pontos de radiação da pele. Não é raro vermos algumas pessoas descascando nessas regiões. Os olhos também sofrem no curto, médio e longo prazo a uma exposição incorreta. Quem tem olhos claros precisa de uma atenção redobrada.

Nutracêuticos e Vitaminas: A Alimentação também ajuda a proteger a pele dos efeitos dos raios UV. Existem hoje no mercado nutracêuticos e suplementos alimentares, que ajudam nessa tarefa. Isso porque eles atuam como antioxidantes e como reparadores naturais para as pequenas fissuras e queimaduras causadas pelo sol. Os nutracêuticos compostos de vitaminas do grupo E, C e B3 são os princípios ativos mais comuns utilizados para recuperação da pele. Vale a pena incluí-los na lista de cuidados.

#poramaisb – anna.poramaisb@gmail.com

Leia MAIS
Beleza

Categoria: Beleza