Clima ‘passeando pelas ruas’ com looks sportwear; gostosos de usar e de misturar

000_sport_post1a_calvin_kleinPor A mais B: O mood sportwear da linha Calvin KLein inverno 2017 com a calça trabalhada em técnica de alfaiataria (Divulgação)

Beth Barra

A Calvin Klein vai além das coleções desejos, que agora têm a assinatura de Raf Simons – o designer belga estreou na passarela da grife em fevereiro com o inverno 2018 – cores acessas, cinzas, tons do deserto em terninhos, alfaiataria, sobretudos, jaquetas amplas em marrom e preto de couro brilhante. A marca, nas lojas do Brasil, incluindo a online, tem aquelas peças para usar muito, com preços bacanas e qualidade, entre camisas, t shirts, jaquetas, jeans, vestidos e acessórios para elas e eles ou itens que basta amar. São aqueles em mood genderless, as criações sem gênero, que podem ser usadas por homens e mulheres. Para o inverno 2017, além da parceria com o grafiteiro Pixote na cápsula ‘street art’, as araras estão com uma linha de pegada esportiva e também com estética speed race, ou motoqueiro.

Por A mais B amou a linha, despojada, com peças curingas que permitem personalizar looks com sobreposições ou apostar produções clean. São jaquetas, coletes doudone – modelos acolchoados com efeito de gomos ou matelassê, moletons, abrigos, calças, saias e peças em couro. Faixas laterais, color blocking e cores neutras, algumas com o logo grife em stencil + estampas florais e itens esportivos trabalhados também em técnica de alfaiataria.

O speed race + sportwear da Calvin Klein inclui também camisaria, com letras que remetem à grife – a logomania está forte novamente, além de vestidos esportivos, que podem ser usados com jeans justos. Isso é estilo! Tênis e botas acompanham essa mistura de ‘rodando pelo mundo’ de motocicleta com itens casuais. Peças versáteis e sem selinho de validade.

000_sport_post1_calvin_kleinPor A mais B: Looks da linha sportwear + speed race o inverno 2017 Calvin Klein; peças multiuso e em edição genderless, que permite o uso sem gênero (Divulgação)

O clima ‘passeando pelas ruas’ em looks sportwear não é novidade. Há tempos as peças usadas nas academias, corridas e caminhadas foram adotadas em looks casuais, mas agora são como as ‘cerejas’ do inverno 2017. Despojadas como em algumas produções da À La Garçonne, de Alexandre Herchcovitch, que levou à passarela do SPFWn43 ‘conjuntinhos’ em moletom e a graça do short boxeador. Isso, entre as peças anos 90, underground e clubber da coleção da grife. Na PatBo, Patrícia Bonaldi embarcou mo mood esportivo casual ou usou a estética da roupa em propostas de brilho e veludo, enquanto a Memo fez uma parceria com a estilista Lily Sarti na semana paulistana.

Daí os looks ‘malhando’ e o mix actwear trabalhados em produções sexy e despojadas nas saias justas e abaixo do joelho com tecidos e silhueta delineando o corpo ou a graça dos conjuntinhos de moletom macio e top trabalhado como peça casual e ultrafeminino.

#poramaisb – #bethbarra
beth.poramaisb@gmail.com
bethbarramoda@gmail.com

Leia MAIS
Moda

000_sport_post4_spfwn43_garconnePor A mais B: Mood esporte na coleção À La Garçone; peças curingas e multiuso que podem ser misturadas além dos conjuntos (Fotosite, SPFWn43)

000_sport_post3_patbo_43spfw1Por A mais B: Delícias do moletom ou sportwear trabalhado em looks despojados e novas silhuetas no inverno 2017 PatBo (Fotosite, SPFWn43)

000_sport_post2_memo_lilly-sartPor A mais B: Da Memo, com colaboração da estilista Lilly Sarti, os looks ‘passeando por ai’ de moletom e cheia de graça do inverno 2o17 Memo (Fotosite, SPFWn43)

Categoria: Moda e Acessórios