Fragâncias orientais, incendei seu inverno

0000000_drom_orientais_post1Por A mais B: Mulheres e perfumes envolvem uma alquimia de sedução; nesse inverno 2018 as notas orientais criam rastros de mistério e sensualidade; confira três deles indicados pela casa alemã (Imagem: Pixabay)

Fragrâncias sensuais em um rastro de mistério e sedução no inverno 2018; prepare-se para experimentar, e cair de amores, por notas orientais e marcantes. Perfumistas da casa alemã Drom Fragrances explicam o fascínio de ingredientes como tabaco, incenso, âmbar, óleo de Oud, Mandarin, Elemi, sementes de Tonka, Cedro, Vetiver e Patchouli, os mais usados para obter o mix intenso e sofisticado de alguns perfumes.

As notas orientais, explicam os perfumistas da Drom Fragances, são luxuosas, opulentas e místicas e procuradas no mundo todo, por sua alta qualidade e exclusividade. Essa alquimia de sedução é envolvida também por madeiras magnéticas, especiarias de Flamboyant, âmbar escuro, tabaco picante e resinas douradas.

Os aromas orientais, segundo segundo perfumistas da Dom Fragrances, são o retrato da tendência mais hipnótica e sedutora da temporada; confira três perfumes indicados pela casa alemã e deixe-se envolver totalmente por eles. Esqueça a sensação doce e delicada. Nesta dimensão, as resinas são cruas, ásperas e autênticas com uma tradução literal olfativa de resinas e tabaco.

 

0000000_drom_orientais_hoje_de_cuba_post2Por A mais B: Hoja de Cuba da Berdoues, pela perfumista Ane Ayo, da Drom Fragrances, perfume oriental para o inverno 2018 (Divulgação – Drom Fragances)

Entre os lançamentos das grandes labels da perfumaria, a fragrância Hoja de Cuba da Berdoues leva para uma inebriante jornada pelas mãos da perfumista francesa Ane Ayo, da Drom Fragrances. Bálsamos gourmand confundem-se com o tabaco, em notas douradas e líquidas, no perfume que leva ainda sementes de Tonka, baunilha, benzoin com toque de rum. O rastro que o tabaco emana é levemente picante e adocicado.

 

0000000_drom_orientais_carven_mascate_manille_post3Por A mais B: Carven Paris Mascate, pela perfumista Alexandra Monet, da Drom, e Carven Paris Manilles, desenvolvido por Anne Louise Gautier, também da dron, perfumes florais intensos e sofisticados para a temporada do inverno 2018 (Divulgação – Drom Fragances)

Da perfumaria Carven, a label criada em 1945 pela estilista Marie-Louise Carven-Grog (31/08/1909 – 08/06/2015), vêm duas fragrâncias orientais. Carven Paris Mascate, com seu líquido cor do âmbar e frasco luxuoso, foi desenvolvido perfumista Alexandra Monet, da Drom. Uma fragrância oriental vintage que tem nas notas de cabeça, o âmbar encontrando o coentro; no coração, grãos de baunilha e tonka; e na saída, a rosa e o patchouli se unem uma inebriante combinação.

Paris Manille pela perfumista Anne Louise Gautier, da Drom, é outro lançamento Carven. Fragrância oriental, sedutora e misteriosa, que evoca lendas da Ásia através de um perfume que brinca com luz e sombras. A pimenta rosa se une às notas verdes e ácidas da carambola em uma nota de saída radiante. Junto ao patchouli, esta combinação combina uma estrutura floral chipre, depois acrescida de tons picantes como o licor de uma ameixa.

 

SAIBA MAIS, PELA DOM FRGRANCES

Esses ingredientes que aparecem nos perfumes orientais eram oferecidos aos deuses. A mirra e o incenso, por exemplo, constam nas origens da perfumaria nas civilizações egípcia e grega. Queimados ou transformados em óleo foram usados tradicionalmente em cerimônias de adoração, durante funerais ou usados em cosméticos por suas propriedades medicinais. Milhares e milhares de anos depois, as resinas estão de volta à tendência e a perfumaria do Oriente Médio é a razão disso.

 

#bethbarra – jornalista Beth Barra
beth.poramaisb@gmail.com
bethbarramoda@gmail.com

Leia MAIS
Beleza

Categoria: Beleza