Jeremy Scott e a chamada para os ’80 em looks sensuais, divertidos + clima retrô

Por A mais B, moda: Jeremy Scott e a coleção Caubóis & poodles, fall 16/17, embarque imediato em ícones dos anos 80, peças sensuais, estampas, brilho humor (NY, Fotosite)

Beth Barra

O new wave dos anos 80, com pitadinhas glam dos 90 + um clima retrô é um dos novos lifestyle entre designers criativos e ousados, Jeremy Scott, que assina também a direção criativa da Moschino,  faz parte dessa safra. O estilista norte-americano consegue ser ultrassexy em suas coleções para a grife francesa – seu fall está repleto de looks em couro, fetiche, fendas, adições de vermelho, roxo e verde nos looks uauuu. No inverno 16/17 de sua marca, passarela de Nova York, ele fez seu passeio autoral e multicolorido em ‘Caubóis & poodles’. Looks que têm o velho oeste, ícone da história da cultura do país, adicionados a vestidos e saias curtos, justos,  justíssimos, jaquetas e dress ‘madame style kitsch’ + brilho, lurex, estampas de tigre, onça, aplicações de patches, bordados. Além de camisetas e dress coladinhos printados com animações de Ren & Stimpy, parceria com a Cartoon Network e os personagens do desenhos da década de noventa – o pop fun da collection.

jeremy_scott_nyfallpostmake1Nos pés, botas western em novas interpretações, mantendo o design clássico, mas colorida e em plástico – parceria com a brasileira Melisa, mixada de cores e também com transparências. Cabelos mais volumosos (e lindos), make com sombra colorida, bocas em tons rosados, sobrancelhas delineadas e uma mini-estrela em um dos lados do rosto. Unhas longas, ovais e esmaltes metalizados em azul claro, rosé, dourado, vermelho amarelo – assim, combinadinhos com os looks.

Os detalhes de cabelo, make, acessórios – destaque para os óculos espelhados e os cintos largos e exagerados da década – são as conexões divertidas, e também inspiradoras, com as referências oitentinhas da coleção.

Na passarela, uma espécie de viagem no tempo na composição dos looks, como os casacos escandalosamente brilhantes em mix de cores, ou quase discretos no roxo beterraba. Mas a maioria das peças, fora do espetáculo da apresentação, são usáveis – na medida de quem ama looks menos convencionais. Os dress justos e curtíssimos servem como dueto a jeans skinny, as jaquetas se tornam mais discretas, e ainda divertidas, com saias de cores neutras que podem ser fluidas, retas ou em couro.

Dá para usar, sem aderir a edições literais da década, muitos e muitos looks. O over das produções revela a forma divertida e nada óbvia de como Jeremy Scott pensa a moda e as mulheres que vão usar sua marca. Os cortes, modelagens e proporções são perfeitos, assim como os tecidos e as transformações que vêm dos bordados e estampas. Os prints ajudam a desfocar as silhuetas justas e de uma sensualidade alegre, livre, sem preocupações de harmonias padronizadas.

O jeans também está nessa coleção ‘amo brincar com a moda’, em modelos despojados de jaquetas cropped e calça de cintura logo abaixo do umbigo, ou no dueto  jacket + saia curta. Couro em casaquetos e tops e uma seleção de camisetas fun, tons acessos e com os prints dos desenhos – itens separates para tirar a produções da zona de conforto.

Jeremy Scott é um criador sem medo, que convida as mulheres a se divertirem com a roupa, criando looks personalizados a partir de uma coleção que traz de volta, com frescor, acessórios como os brincos de acrílico resinado, meias arrastão e,  para as discretas, casaco preto em lã. Mas com detalhes JS: bolsos pequenos em couro arrematados por plumas black.

#poramaisb
beth.poramaisb@gmail.com
bethbarramoda@gmmail.com

Leia MAIS
Moda, Coleções, Acessórios

Por A mais B, moda: anos 80 e clima retrô em Caubóis & poodles, fall 16/17, colorida, sexy e divertida por Jeremy Scott (NY, Fotosite)
« 1 de 9 »