Memórias de Minas no inverno 2017 Lucas Magalhães; mix de silhuetas, estampas assinadas, tricô + algodão, voil, alfaiataria no Minas Trend

Por A mais B, Minas Trend: Alfaiataria em camisas e calças no inverno 2017 Lucas Magalhães, estilista dos tricôs belíssimos adiciona novos tecidos a suas criações (Fotosite)

lucas_minastrend_poramaisb8Beth Barra

Há dois anos Lucas Magalhães está vivendo em São Paulo. O coração mineiro anda saudoso da terra, disse ele ao Por A mais B no backstage do desfile de seu inverno 2017, lançado no 19º Minas Trend. Daí uma coleção que vai além do belíssimo e criativo tricô em mix de tramas, texturas e estampas. O comprimento mídi e a silhuetas mais próximas do corpo de seus looks, que ele considera sensuais e refinadas, permanecem. Mas na nova temporada, o designer nascido em Itabira e estudou moda em Barcelona, trabalhou seus primeiros longos + vestidos e saias acima do joelho. “Me exponho e me revelo”, explicou ao falar das inspirações que vieram das memórias pessoais de Minas e da poesia de Drummond, da arquitetura das igrejas de Ouro Preto, da arte barroca, das pedras das mineradoras, da paisagem e da vida no interior. Daí estampas lúdicas de animais domésticos – tem até galinha d’Angola em desenho delicado. Ou prints de tatuagem que remetem a pinturas portuguesas.

Shapes mais amplos, leves e com movimento aparecem em peças quase angelicais, como o vestido de fundo white com estampa aquarelada e decifrada por ele. “Fotografei o mármore e trabalhei a estamparia”, disse Lucas ao mostrar o dress, que em minutos estaria na passarela, acompanhado de um casaco cropped com o mesmo print. Bainhas sobem e descem ao chão nesse inverno 2017 entre tons suaves no cinza mixado ao branco em prints e texturas, cores acessas de vermelho, laranja e rosa, sóbrias no p&b, marinho, verde militar.

O tricô é expertise, talento e aprendizado desenvolvido na temporada de trabalho na Coven. As estampas acompanham a mente criativa da formação inicial em design gráfico e o gosto por algumas técnicas handmade vem do trabalho com Graça Otoni, conta. “Ela me ensinou que uma roupa, quando não passa pela mão humana, não tem alma”, relembrou Lucas Magalhães, que trabalha uma parte de sua estamparia livremente e depois pelos processos tecnológicos que permitem formar tramas e desenhos originais e surpreendentes.

lucas_minastrend_poramaisb7A silhueta contornando o corpo não sai de cena, adicionada a shapes mais livres, que foram trabalhados no seu inverno 2017 em vestidos, saias, sobreposições. Tramas de tricô e em fio de viscose + voil de algodão e tricoline nos tecidos. Listras verticais, xadrez (que vem das lembranças das toalhas da casa da avó), camisaria belíssima no feminino e masculino, um novo foco da marca, que teve looks na passarela.  Casacos mídis sobre vestidos do mesmo comprimento, saias caneladas, dress usados como jumper acompanhado de camisa. Muito preto e branco em listras de efeito óptico na coleção que tem peças curingas e multiuso, que brincam com mix and match de estampas. Mais looks jovens e fresh entre as produções mais adultas.

Tudo que vai para a passarela chega às araras, diz ele, que não cria roupas de fantasia ou para causar encanto no desfile. Que teve ainda gargantilhas e pulseiras, que também foram parar nos pés das modelos, confeccionadas em latão bronze por Carlos Penna, desenvolvidas pelos dois designers. As edições em prata também vão aparacer na série e Lucas já usava sua pulseira, que pode ser moldada no próprio pulso. Os tênis em parceria com a Fiever integração a coleção em modelos de cano baixo, alguns com spikes, e uma edição especial com estampa do inverno 2017. Antes de o inverno chegar muitos itens vão estar disponíveis para os consumidores  na loja online Gallerist.

 

IT LOVE

 

♥ Prints de efeito aquarelado em vestidos e casacos cropped feitos a partir de fotografias tiradas por Lucas. O resultado é suave, delicado, diáfano

 

♥ Camisetas básicas em estampa que tem galinha d’Agola, um voil de algodão finíssimo e suave, textura que lembra casca de ovo. Não foi para a passarela, mas está entre os itens básicos da coleção

 

♥ Saias que foram sobrepostas a vestidos e casacos, listras horizontais, tricô de viscose, mídi e com a silhueta pertinho do corpo

 

♥ A alfaiataria de camisas e calças em tricoline e voil de algodão. Fundo branco com as estampas autorais das memórias de Minas

 

#poramaisb – #bethbarra
beth.poramaisb@gmail.com
bethbarramoda@gmail.com

 

Leia MAIS
Alfaiataria, assimetria, requinte, despojamento; a Modem, de Sam Santos e André Boffano, lança inverno 2017 no Minas Trend

 

lucas_minastrend_poramaisb4Por A mais B, Minas Trend: Coleção inverno 2017 Luca Magalhães, mix de comprimentos, silhuetas, texturas, tecidos + o celebrado tricô (Fotosite)

lucas_minastrend_poramaisb5Por A mais B, Minas Trend: Coleção inverno 2017 Luca Magalhães, mix de comprimentos, silhuetas, texturas, tecidos + o celebrado tricô (Fotosite)

lucas_minastrend_poramaisb1Por A mais B, Minas Trend: Coleção inverno 2017 Luca Magalhães, mix de comprimentos, silhuetas, texturas, tecidos + o celebrado tricô (Fotosite)

lucas_minastrend_poramaisb6Por A mais B, Minas Trend: Coleção inverno 2017 Luca Magalhães, mix de comprimentos, silhuetas, texturas, tecidos + o celebrado tricô (Fotosite)

lucas_minastrend_poramaisb3Por A mais B, Minas Trend: Coleção inverno 2017 Luca Magalhães, mix de comprimentos, silhuetas, texturas, tecidos + o celebrado tricô (Fotosite)

lucas_minastrend_poramaisb2Por A mais B, Minas Trend: Coleção inverno 2017 Luca Magalhães, mix de comprimentos, silhuetas, texturas, tecidos + o celebrado tricô (Fotosite)

Categoria: Moda e Acessórios