Print seu look com florais entre modelitos românticos, despojados, sensuais

Por A mais B: Fundo marinho para a estampa floral da primavera 2017 Iódice no vestido sensual de alça e detalhe franjado (SPFWn44, Fotosite)

Beth Barra

Jardim nos looks da temporada com os florais que invadem as estampas. Na primavera-verão 2018 elas estão novamente em produções românticas ou sensuais entre decotes e fendas, nos vestidos fresquinhos em clima day by day, misturadas a outros prints, nos desenhos das rendas, nas aplicações e bordados. As flores, grandes e pequenas, aparecem em tons suaves e também nas cores vibrantes ou acessas. Tem rosa, margarida, girassol, dália, lírio, gerânio, tuplipa sobre fundos escuros ou cartela candy e vale o mix and match com xadrez, geométricos, abstratos, listras.

estampe_poramaisb_primavera_post2_dolce_gabbana1A primavera torna irresistível a vontade de exibir um modelito floral em look total ou no print de uma peça. Flores são como o xadrez vicky ou os poás, podem não protagonizar a cena principal, mas ganham as ruas e subvertem alguns jogo de tendências. Monocromáticas de carteirinha, ou adeptas incondicionais do little black dress (o emblemático pretinho, em suas muitas variações) também se rendem ao flower power, ora adotando bolsas ou sandálias, ora exibindo joias ou maxibijus que remetem às flores.

Para o efeito look primaveril vale também migrar os casaquetos em malha ou tricô leve do guarda-roupa do inverno. Vestidos fresquinhos ou saias – amplas ou a classuda lápis – ganham estilo e personalidade com cardigãs curtinhos, longos, oversized.

Os estilistas Steffano Gabbana e Domenico Dolci são símbolos do poder das flores. Vestidos esvoaçantes ou corpo em evidência e estampas florais nunca saem da passarela e das araras da grife italiana. Em looks ora sensuais; ora quase recatados e surgem nos acessórios desejo da dupla como óculos, bolsas e sapatos – e na última semana de moda de Milão, Spring Summer 2018 Dolce Gabbana, os florais pontuaram o desfile. (Nas imagens, óculos, bolsa e vestido Dolce & Gabbana, site da grife)

Nas passarelas do verão 2017/18 do Minas Trend (edição 20), os florais ganharam novas versões nas produções despojadas da Anne est Folle, das irmãs Renata e Ludmila Manso. Falbalas e Fanfreluches, que batiza a coleção, apresentou peças mixando tecidos sofisticados, sobreposições, jogos de volumes e mixando prints de flores, além de estamparia abstrata. Aqueles looks desejo imediato que remetem a sol, férias, frescor, que também pontua a collection da Plural em prints menos românticos e ‘confort’. Em Cores da Natureza,  a marca Luzia Fazzolli, floriu looks da temporada em prints localizados ou na estamparia de vestidos em diferentes silhuetas. Dos vestidos de roda discreta aos modelitos próximo aos corpo e também nos longos fresquinhos.

A primavera-verão 2018 Iódice também trouxe florais para a collection lançada no SPFWn44. A marca usou o marinho como fundo de grandes flores em vestidos sensuais no decote + detalhes de franjas e usou sobreposições com a delicada renda floral sobre dress florido. O azul claro do vestido midi trabalhado com pequenas flores rendadas mostra como o mood flower é reinventado.

estampe_poramaisb_primavera_post3_anne_est_folle_pluralPor A mais B: Florais no verão 2018 da Anne est Folle e o floer power em looks sobre fundo branco em looks despojados da Plural (MT20, Fotosite)

Coleções cada vez mais conectadas à liberdade criativa, embora a cartela de cores sugira tendências e desejos das consumidoras, as flores apareceram em passarelas internacionais. No luxo delicado de modelos do spring summer 2018 Valentino na estamparia ou nos vestidos com aplicações de bordados. A Marni, pelo  designer Francesco Risso, coloriu seu verão nos looks mixando florais e xadrez em dress, saias corpetes, calças e casacos indo dos tons suaves a impactantes ediçõe de preto com vermelho. No fundo verde da saia com roda e volume em uma exuberância sexy + quase romântica em um dos desfiles mais impactantes da última semana de moda de Milão.

estampe_poramaisb_primavera_post4_marni1Por A mais B: Power flower em looks spring summer 2018 Marni entre tons suaves, acessos e mix de prints (Milão, Fotosite)

estampe_poramaisb_primavera_post4_marni2Por A mais B: Power flower em looks spring summer 2018 Marni entre tons suaves, acessos e mix de prints (Milão, Fotosite)

estampe_poramaisb_primavera_post4_marni3Por A mais B: Power flower em looks spring summer 2018 Marni entre tons suaves, acessos e mix de prints (Milão, Fotosite)

 

Misture e use

Misturar estampas, assim como cores, é a arte do bom gosto e da proporção. O mix estampa versus estampa cria looks personalíssimos. Camisetas de listras com saias florais, peça com flores grandes agregada a outra, de floral miudinho – quem domina a técnica consegue efeitos incríveis sem parecer um personagem de filmes antigos de Almodóvar. O segredo está na compatibilidade das cores, com tons que criem um efeito de harmonia e modernidade. Ou exatamente seu oposto, que é o contraste. Regras que dependem de quem usa, como e quando, equilibradas por acessórios discretos, mais sapato e bolsa em tons neutros ou suaves como rosa, amarelo, azul.

 

A estampa na história da moda

* Nos anos 50, os vestidos florais, especialmente os modelos que remetiam ao new look de Dior, viraram febre, especialmente nos Estados Unidos e na Inglaterra.

* Tafetá, cetim, seda surgiam em estampas florais e ultrafemininas, após uma temporada de peças de silhueta utility, uma exigência dos tempos da Segunda Guerra, que exigiu confecções de roupas com o máximo aproveitamento do tecido.

* Ascher, um artista de Londres, desenhava belas estampas florais, que passaram a ser adotadas por Christian Dior. O estilista se sentia estimulado a criar vestidos ao se deparar com o jardim de Ascher.

* Na Inglaterra, a Horrockses trabalhava com desenhos de estampas feitos por grandes artistas, entre eles, Edoard Paolozzi, e também, matinha um ateliê de criação. A empresa modernizou suas tecelagens com o fim da guerra e produzia um algodão de qualidade para sua subsidiária Fashions.

* Os vestidos florais, de roda ampla, usados com cardigã, eram adotados por mães e filhas e parecia não ter concorrentes. Isso, até Brigitte Bardot surgir na cena cinematográfica e com seu rabo de cavalo, sapatilhas e boca carnuda, levar o xadrez vicky a concorrer com os florais românticos.

* Muito antes da ascensão e queda do Nazismo, das roupas austeras da década de quarenta e do reinado dos florais e suas saias amplas, o inglês Arthur Liberty, começou a criar estampas de diferentes padrões – flores, frutos e cashmere. Os desenhos estavam em sintonia com os princípios da Art Noveau. Os tecidos da Liberty Art Fabrics se tornaram sinônimo de florais miúdos, mas escondiam inspirações nos jardins ingleses e nas flores orientais.

* Paul Poiret, inimigo declarado de Chanel, começou a usar os tecidos em suas criações. A estampa Liberty retornou nos anos 60 em algumas criações de Yves Saint Laurent e outros estilistas. Hoje é uma estampa retrô, que pode surgir em alguma coleção, atualizada por novos shapes e tecidos.

#bethbarra
beth.poramaisb@gmail.com
bethbarramoda@gmail.com

Leia MAIS
Moda

estampe_poramaisb_primavera_post9_luzia_fazzollPor A mais B: Os vestidos, queridinhos dos dias quentes, e os florais da coleção Cores da Natureza da marca Luzia Fazzolli (Divulgação)

estampe_poramaisb_primavera_post3_iodice2Por A mais B: Mistura de texturas nos florais do verão 2018 Iódice e a delicadeza da renda desenhando flores (SPFWn44, Fotosite)

estampe_poramaisb_primavera_post5_maria_escote_duyos_skin_coPor A mais B: Flores na primavera 2017 Maria Escote, Duyos e The 2nd Skin Co (Madri, ImageNet)

estampe_poramaisb_primavera_post8_valentinoPor A mais B: Delicadeza e romance nas flores do spring summer 2018 Valentino (Paris, Fotosite)

estampe_poramaisb_primavera_post6_jorge_vazquezPor A mais B: Nas estampas em looks diáfanos ou aplicadas em delicados bordados, flores no sping 2017 Jorge Vazquez (Madri, Fotosite)

estampe_poramaisb_primavera_post7_jorge_vazquezPor A mais B: Nas estampas em looks diáfanos ou aplicadas em delicados bordados, flores no sping 2017 Jorge Vazquez (Madri, Fotosite)

Categoria: Moda e Acessórios