Tarde de make + fotos com a beleza de Gabrielle Carvalho; cotidiano de coragem e esperança na luta contra o câncer

gabrielle_luta_abre_post

Por A mais B, Gabrielle Carvalho: “Lá no final não serei mais a mesma, vou crescer, amadurecer e as pessoas que estão vivendo isso comigo também – precisamos aprender a viver melhor” (Ensaio de Jean Assis + na galeria de fotos)

Beth Barra

O ‘outubro rosa’ terminou; a jornada das mulheres que lutam contra o câncer de mama prossegue. Como a de Gabrielle Queiros de Pinho Carvalho e seu exercício cotidiano de coragem. “Eu quero viver”, diz, olhos brilhantes, com uma doçura que revela a força para enfrentar uma cirurgia radical no início de 2017. “Meu momento é de esperança, que passa pela medicina, pela fé e o apoio da minha família”. Aos 37 anos, ela encerrou o ciclo da quimioterapia vermelha, a mais agressiva para a redução do tumor. Após a primeira sessão seu cabelo começou a cair – “meu marido Mário Henrique raspou minha cabeça, e depois eu raspei a dele, o que nos tornou iguais para nossa filha Ana Luiza, de quatro anos”. As écharpes usadas no inverno se transformaram em lenços. São com alguns deles que Gabi surge linda e radiante no ensaio de Jean Assis, profissional que em 2015 fotografou como voluntário 19 mulheres para a exposição da ONG Pérolas de Minas no Diamond Mall.

Gabrielle Carvalho aceitou o convite da Viver Comunicação para uma sessão de make e fotos. “Meu dia linda e poderosa”, disse ela quando chegou ao Instituto de Beleza Petty, de Petty Egydeo, que também apoia campanhas como a do Outubro Rosa. Uma tarde de beleza, troca, cumplicidade e muitos cliques em que Gabi, acompanhada da sobrinha Ingrid, contou um pouco de sua história e da luta para vencer o câncer. Olhos expressivos, perfil aristocrático, ela foi maquiada por Alexandre Quites, 11 anos de profissão. Uma beauty discreta, explicou ele, valorizando os traços harmoniosos do rosto, realçando o arqueado das sobrancelhas.

Ela também criou seu próprio ritual diário de beleza – “base, blush, batom nude ou rosado claro, rímel, trabalho a definição das sobrancelhas, que ralearam um pouco, e filtro solar”. Gabi sempre usou maquiagem discreta, adicionando tons de vermelho ou vinho à boca em looks de festa. “Continuo me mimando, aceitei a doença, a cabeça raspada não me incomoda, decidi cuidar ainda mais da minha aparência”, explica. Voltou às caminhadas, já que precisou dar um tempo na academia, mudou a alimentação cortando o açúcar e o chocolate, que agora é 100% à base de cacau. “Inclui também no cardápio folhas, verduras, legumes, sucos, água de coco, faço o meu próprio pão com farinha integral, de arroz ou sementes de polvilho da roça”.

 

Efeito ainda mais linda com a make de Alexandre Quites

gabi_make_abre

Por A mais B: Make discreta, realçando e valorizando os traços de Gabrielle Carvalho por Alexandre Quites (Foto: Jean Assis)

Alexandre Quites, do Instituto de Beleza Petty, trocou o curso de Engenharia pela maquiagem. “Essa é minha paixão”, diz ele, que maquiou Gabrielle Carvalho para seu dia “linda e poderosa”, como ela batizou a tarde make + fotos. Uma beauty discreta, realçando e valorizando os traços na maquiagem leve. Na primeira fase, foram apagadas todas as sombras da pele, uniformizando o tom e dispensando corretivo, já que Gabi não tem olheiras.

Pele
♥ Primer com FPS 30
♥ Base MAC (FPS 30) aplicada com dois pincéis; um para depositar o produto, o outro para espalhar
♥ Pó para matizar a pele
♥ Contorno das maças e queixo com marrom claro, três tons acima da cor da pele e esfumados para não marcar

Olhos
♥ Iluminador abaixo dos olhos
♥ Sombras nude mate e marrom opaca no côncavo
♥ Sombra preta em pó opaca no contorno dos olhos, substituindo o delineador
♥ Sombra black nos cantos internos
♥ Aplicação leve de rímel
♥ Cílios postiços pequenos e discretos com cerdas naturais, finalizado com delineador em gel, traço com contorno natural
♥ Sobrancelhas definidas com sombra, dando um acabamento leve

Boca
♥ Nude com leve toque rosé e acabamento mate (Cor Honey Love, da MAC). Antes o contorno dos lábios, coberto com lápis em um tom mais escuro.

Make + fotos com a beleza de Gabrielle Carvalho e seu cotidiano de coragem e esperança na luta contra o câncer (Ensaio de Jean Assis, maquiagem de Alexandre Quites)
« 1 de 14 »

 

A história e a luta de Gabrielle Carvalho

gabi_antes_abre

Por A mais B: Gabrielle Carvalho fotografada por Jean Assis, antes da sessão de make – “Aprendi a nunca perder a fé”

Duas delicadas correntes de ouro, uma traz a medalha de São Bento, outra uma pequena cruz, acompanham Gabrielle Queiros de Pinho Carvalho desde 3 de agosto, quando completou 37 anos de idade. As joias são um símbolo de fé e esperança, e presentes do marido Mário Henrique, o companheiro incondicional em sua luta contra o câncer de mama. Foi ele quem notou um nódulo no seio, descoberto em maio. “No dia seguinte fui à ginecologista, que me disse que o nódulo seria desfeito, receitou vitamina E, fez um pedido de ultrassom, caso isso não acontecesse”. Trinta dias depois, ela fazia o exame e na sequência a mamografia, seguida de uma pulsão. “Quando o resultado saiu fui encaminhada para o mastologista, que realizou uma biópsia, confirmando o tumor”.

Um diagnóstico que nos primeiros dias virou pelo avesso o mundo de Gabi. “Primeiro pensei na morte, depois veio a aceitação e a luta pela vida com o tratamento”. O companheirismo do marido, que vai com ela às consultas, exames e na quimioterapia, integram a terapia do amor em sua vida, amor que vem também da filha, da família, dos amigos íntimos. “Sou católica e com a doença passei a acreditar mais também no lado espiritual, fortalecendo minha fé”.

 

“Primeiro pensei na morte, depois veio a aceitação da doença e a luta pela vida”

 

“Meu momento é de esperança, que passa pela medicina, pela fé e o apoio da minha família e dos amigos”

 

“Não quero ter um fantasma morando comigo” (Sobre a mastectomia que fará em 2o17)

 

“Espero que minha história possa ajudar outras mulheres”

 

“Na rua, quando uma pessoa me vê de lenço, percebe que tenho câncer. Ela logo dá um oi ou um sorriso. Isso é solidariedade”

 

“Temos uma vida real; quando vou a um restaurante com meu marido e minha filha Ana Luiza procuramos espaços com área abertas. Minha imunidade ainda está baixa”

 

“Sou uma mulher romântica, meu marido sempre me enviou flores, gosto das noites em que preparamos juntos uma comidinha, conversamos, tirando o foco do câncer, do tratamento, da cirurgia, desfrutando da companhia um do outro”

 

“Adoro macacão, tenho várias. Gosto de me informar sobre moda, mas não sou vítima dela; nem do tipo está usando e saio feito louca para comprar”

 

“A gente vai vivendo e sente que algumas coisas não são tão importantes”

 

gabi_antes_lenco_post2abGabrielle, formada em Relações Públicas, deixou o trabalho durante a gravidez. “Queria estar perto da minha filha, que ela não ficasse em horário integral na creche”. conta. “Com o diagnóstico e as sessões de quimioterapia vermelha, que felizmente terminaram, a rotina foi alterada e minha mãe passa temporadas em minha casa. Cada sessão consumia minhas energias”. Ela vai começar a segunda rodada, mais branda, e no início de 2017 enfrentar uma mastectomia radical. “Peço a Deus que seja menos, mas não quero ter um fantasma morando comigo e a reconstituição da mama será feita em etapas”. (Gabrielle Carvalho, antes da sessão de make,  ensaio de Jean Assis)

Em alguns momentos Gabi se emociona, logo se refaz e a doçura de seus gestos, da fala tranquila, do olhar límpido transmitem uma coragem imensa. “Meu momento é de esperança, que passa pela medicina, pela fé e o apoio da minha família”, revela ela, que também faz reike e acupuntura – “ajudam em meu equilíbrio íntimo”. Uma trajetória alterada pela doença e a descoberta de novas forças, vivendo um dia de cada vez. “Aprendi a nunca perder a fé”.

Sobre a tarde ‘make + fotos’  Gabrielle Carvalho diz que se sentiu feliz, rodeada por pessoas “iluminadas”. E agradeceu pela oportunidade de contar sua história – “espero que ela possa ajudar outras mulheres”. Essa é Gabi, 37 anos, que gosta da vida, de gente, que mescla coragem e delicadeza, que teve a cabeça raspada pelo marido e raspou a dele, que usa lenços, mas se deixa fotografar, linda, também sem eles. Uma mulher que se interessa por moda, mas não é vítima dela, não antecipa sofrimentos,  prepara caprichosamente a mesa para o café da manhã e continua namorando com o marido ‘desde sempre’. “Lá no final não serei mais a mesma, vou crescer, amadurecer e as pessoas que estão vivendo isso comigo também – precisamos aprender a viver melhor”.

#poramaisb – #bethbarra
beth.poramaisb@gmail.com
bethbarramoda@gmail.com

Leia MAIS
Gente

 

Na galeria, o ensaio com Gabrielle Carvalho pelo fotógrafo Jeans Assis, 20 anos de profissão, que mesmo com sua agenda apertada do estúdio dedicou uma tarde para clicar Gabi – “cada mulher tem sua beleza”, disse ele, que em 2015 assinou as fotos da exposição no Diamond da ong Pérolas de Minas. Um trabalho voluntário, realizado em preto e branco, sempre buscando a luz perfeita

 

Make + fotos com a beleza de Gabrielle Carvalho e seu cotidiano de coragem e esperança na luta contra o câncer (Ensaio de Jean Assis)
« 1 de 14 »
Categoria: Gente