Silhuetas revelam o corpo, peças mídi e sensualidade sem fendas por Lucas Magalhães

Por A mais B, Minas Trend/verão 2017, Lucas Magalhães: Silhuetas próximas ao corpo, tricô em novas texturas, detalhes primorosos de sobreposições, zíperes, aplicações e estampa inspirada na arte de Mary Heilmann (Foto: Agência Fotosite)

Lucas Magalhães MTve17 Destalhes PostBeth Barra

Dá para ser sexy usando vestidos ou duetos saia/top sem fendas, decotes, transparências veladas? O verão 2017 de Lucas Magalhães, aprsentando na 18ª edição do Minas Trend (Fiemg) revela as formas femininas em looks curvílenos, realçando o corpo – e, sim, o resultado é de uma sensualidade classuda no comprimento abaixo do joelho e em algumas peças delineando a cintura. A coleção de um dos mais jovens talentos mineiros da moda segue o estilo autoral do criador: tricô, estampas inusitadas – dessa vez inspiradas na arte multicolorida da norte-americana Mary Heilmann.

Listras verticais, horizontais, prints formando quadrados, geométricos ondulados em tramas texturizadas, cores intensas ou suaves, como o lindo dress em estampa p&b, com sobreposição de saia – mantendo a silhueta quase colada ao corpo – e arrematado por aplicações delicadas de paetês e pequenas pérolas negras em renda geométrica.

A cartela vai de vibrantes combinações de verde/preto; amarelo/marrom claro; red and black na estamparia gráfica ou em listras. Um print vibrante em fundo verde mais claro e tons mais neutros, como o azul petróleo. Um mix com o impacto de bom gosto das combinações de cores a looks mais sóbrios na aquarela.

Os detalhes emergem nas sobreposições discretas, no jogo de abertura de zíperes deixando entrever novas estampas. Renda e couro foram adicionados à expertise de Lucas Magalhães no tricô em misturas sutis, criando novas texturas. Essas silhuetas limpas, onde saias-lápis surgem com tops marcando a cintura, alguns em basqué discreto, permitem personalizar a produção: salto alto ou médio dão o efeito diva em temporada de verão. Sandálias flat, ou mesmo sapatos fechados, como oxford, ou os modelos coloridos e estampados, remetendo ao design iate no desfile (parceria com a Nuu Shoe) dão novos moods, mais fresh e jovens.

 

Jovem, talentoso, criativo, autoral

Aos 34 anos, Lucas Magalhães – um dos talentos premiados pelo Ready to Go (SindVest com projeto de TS Studio), que chegou à sétima edição nessa temporada do Minas Trend – já tem muita estrada na moda. O talentoso itabirano é formado em Design Gráfico pela UEMG, fez especialização em Criação e Conceito de Produto em Barcelona. Antes de lançar sua marca, começou trabalhando na Patachou, época de Tereza Santos. Como designer gráfico, desenvolveu estampas para a Alphorria, de Edna Tibau. Pesquisa, trabalho, aprendizado e criações para marcas como Graça Ottoni, Iorane Rabelo, Plural, Faven e Coven. A estamparia preciosa que ele sempre desenvolveu foi adicionado aprendizado sobre modelagem, acabamentos, novas texturas. Seu primeiro desfile no Minas Trend foi em 2012 e, dois anos, depois vendeu sua marca para o grupo Patrícia Bonaldi, mantendo-se na direção criativa da grife. Suas coleções autorais atravessam estações – roupas atemporais nos novos tempos em que qualidade e expertise dispensam ostentações. Na foto, o estilista no final do desfile  (Imagem: Fotosite)

 

#poramaisb
beth.poramaisb@gmail.com
bethbarramoda@gmail.com

 

 

Por A mais B, Minas Trend/verão 2017, Lucas Magalhães: Looks da nova coleção, repleta de estampas com grafismos, jogo de listras, duetos de cores impactantes ou mais suaves e o preto temperando o tricô com adições e detalhes de couro e renda (Fotos: Agência Fotosite)

 

Desfiles Minas Trend, LEIA mais:

Viva desfila uma primavera/verão feminina, romântica e poética

O casual jovem e chique e os dress delineando o corpo, sexy e lady de Lino Villaventura

Alfaiataria contemporânea, shape longilíneo, contraste de tons suaves e fortes na Plural

Rendas e lingerie no revela-esconde da Faven e seu tricô primoroso no verão MT

Sonia Pinto: inverno atemporal e de vanguarda, mix de androginia, modelagem perfeita, tecidos nobres e criação com alma

Confraria e uma coleção de bolsas desejo; criações autorais em junco, couro tressé e clima piquenique

Fabiana Milazzo mixa estética grunge ao jeans e delicadeza de bordados, pérolas, sedas

Categoria: Moda e Acessórios