Jeremy Scott, love you

000000_jeremy_scott_ve18ny6_post1Por A mais B, Oh! Vivre: Tule, oversized, pernas de fora e transparências; verão 2018 Jeremy Scott é uma festa clubber girl + street; todo mundo está convidado (Fotosite, NY)

000000_jeremy_scott_ve18ny6_post2Beth Barra

Jeremy Scott completou 42 anos em 8 de agosto e celebra os vinte de sua marca própria, lançada em 1997. O estilista, que não tem medo de brincar com a moda, deixou a lady sexy e atrevida das últimas temporadas, trocou o salto alto por coturnos e botas  over the knee + vestidos e tailleurs coquetes em clima oitentinha e muito power dress por modelos ultrajustos e pernas de fora. Seu verão 2018, apresentado na Semana de Moda de Nova York, é mais street clubber girl – mas o humor e a sensualidade estão em cada look. Na passarela, camuflados, pedrarias, brilho, transparências, pulls oversized, jaquetas e dresses curtinhos, maiôs, tops cropped, assimetrias, estampas, tons fortes, ácidos, suaves, preto, branco, jeans, seda, jersey, tule, couro, algodão. Misture tudo e emerge um passeio por suas duas décadas de criação com frescor e, claro, humor. Tudo muito jovem no styling do desfile, porém com muitas peças que podem ser usadas por todas entre moletons, calças, casacos, beachewear, body.  Então esqueça ‘aquela velha opinião formada sobre tudo’ nas coleções do designer, que transgride o ‘lindinho’ ao mesmo tempo que é um mestre em técnicas de tecidos, modelagem, alfaiataria, trabalho com cores.

O designer, que em 2013 assumiu também a direão criativa da Moschino, faz parte dos criadores autorais com seu mood pop kitsch. As collections divertidas e transgressoras são do tipo ‘amo’ ou ‘odeio’, mas o ‘love JS’ ressoa pelo planeta, incluindo Madonna, Beth Ditto e Lady Gaga, amigas e consumidoras da grife.

000000_jeremy_scott_ve18ny6_post9Assim como Betsey Johnson, Àgatha Ruiz de La Prada, Jean Charles de Castelbajac e mesmo Jean Paul Gualtier, que trilham caminhos personalíssimos em suas collections, o estilista, formado pelo Instituto Pratt, seduz pelo atrevimento, a criatividade e referências ao lifestyle norte-americano apropriando-se de ícones de consumo, que vão da Barbie às imagens de Os Simpsons, passando pela McDonald’s. Ele reinventa a cultura popular e foca o acessível sem se ligar a produções demi couture, o prêt-à-porter de luxo.

Todo esse repertório vem de um profissional que olha para as ruas e desafia padrões clássicos de elegância. Não à toa, ele incendeia os desejos femininos em todas as áreas de criação. Das duas coleções para a Barbie Mattel, a primeira exalando os rosas da doll; a segunda, de 2015, com looks Moschino, em style sexy e nas versões boneca branca e negra vestidas com saia lápis, couro, t shirts e jaquetas. (Foto – Reprodução).

O designer norte-americano assina também cápsulas collabs para várias marcas, incluindo a nossa Melissa e a incensada Longchamp. Então, ‘love you, Jermy Scott.

#poramaisb – #bethbarra
beth.poramaisb@gmail.com
bethbarramoda@gmail.com

Leia MAIS
Oh! Vivre

000000_jeremy_scott_ve18ny6_post4Por A mais B, Oh! Vivre: A festa clubber + street do verão 2018 Jeremy Scott (Fotosite, NY)

000000_jeremy_scott_ve18ny6_post3Por A mais B, Oh! Vivre: A festa clubber + street do verão 2018 Jeremy Scott (Fotosite, NY)

000000_jeremy_scott_ve18ny6_post5Por A mais B, Oh! Vivre: A festa clubber + street do verão 2018 Jeremy Scott (Fotosite, NY)

000000_jeremy_scott_ve18ny6_post6Por A mais B, Oh! Vivre: A festa clubber + street do verão 2018 Jeremy Scott (Fotosite, NY)

000000_jeremy_scott_ve18ny6_post7Por A mais B, Oh! Vivre: A festa clubber + street do verão 2018 Jeremy Scott (Fotosite, NY)

000000_jeremy_scott_ve18ny6_post8Por A mais B, Oh! Vivre: A festa clubber + street do verão 2018 Jeremy Scott (Fotosite, NY)

Os comentários estão desativados.

Categoria: OH! Vivre