Cultura popular e sincretismo religioso nas raízes de Minas; in portrait

Rodrigo Costa

Após a alvorada e em meio as tiras coloridas, roupas de gala e percusionistas surgem os primeiros personagens da Festa da Nossa Senhora do Rosário em Jaguaraçu, interior de Minas Gerais. Muitas vezes descendentes de escravos que vieram trabalhar nas minas de ouro.

Os tambores e tamborins marcam os passos junto com canções tão antigas como a costumeira festa afro brasileira, manifestação de sincretismo religioso que ocorre em todo país e é marcada por costumes católicos e africanos aliados a simbolismo e tradições de muitos povos.

A festa se repete na cidade, desde 1955, no mês de julho e é considerada um momento de muita alegria, pois reúne romeiros, bandas de música, grupos de congado, moradores e turistas para homenagear a padroeira da cidade e resgatar a cultura popular.

Festa da Nossa Senhora do Rosário em Jaguaracu / MG - 2017 -Imagens de Rodrigo Costa (Gonnabe Produtora)
Categoria: Usos & Costumes